Blog

Guardas recebem homenagem após serem humilhados por desembargador em São Paulo

Reconhecimento acontece após repercussão do vídeo no último final de semana.

Por: Adriano Dias
25/07/2020 – 14h06
A homenagem aconteceu no último dia 20.
A homenagem aconteceu no último dia 20. | Foto: Divulgação

 

Não teve um(a) brasileiro(a) que olhou as redes sociais no último final de semana e não se indignou com a humilhação sofrida por dois guardas municipais vinda de um desembargador na cidade de Santos, no litoral de São Paulo. Diante da forte repercussão em todo território nacional, a Prefeitura de Santos resolveu homenagear os policiais Cícero Hilário, de 36 anos e Roberto Guilhermino, de 41.

As autoridades explicaram que a homenagem é um reconhecimento aos serviços prestados pelos guardas à sociedade, durante a ocorrência que ganhou repercussão nacional. A homenagem aos oficiais da Guarda Civil Metropolitana aconteceu no último dia 20, no Salão Nobre do Palácio José Bonifácio. Os guardas estão recebendo apoio e, segundo a prefeitura, as multas foram lavradas, tanto pela falta de uso da máscara facial quanto por jogar lixo em vias públicas.

Para o portal G1, o guarda que foi humilhado pelo desembargador afirmou que cumpriu seu papel e, apesar de chateado, ficou orgulhoso por realizar sua função. Tanto ele quanto o colega de trabalho se mostraram indignados com o ocorrido. De acordo com a Corregedoria Nacional de Justiça, as providências já estão sendo tomadas. O ministro Humberto Martins informou que foi solicitada uma investigação para apurar a conduta do desembargador. A Associação dos Guardas Civis Municipais da cidade de Santos repudiou o ocorrido e informou que está tomando as medidas judiciais cabíveis.

 

Para aquele que não acompanhou o caso…

O caso aconteceu no dia 18. Neste dia, o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira apareceu em um vídeo chamando o GCM de ‘analfabeto’, rasgando a multa e jogando o papel no chão e, por fim, dando uma ‘carteirada’ ao telefonar para o Secretário de Segurança Pública do município, Sérgio Del Bel, para que o mesmo ‘intimidasse’ o guarda municipal.

As imagens mostram o desembargador afirmando que não vai assinar a multa e confrontando o guarda após dizer que rasgaria o papel se ele insistisse em aplicar a sanção pela falta de uso do item de proteção. Ainda segundo o Portal G1, o guarda municipal aparece alertando que se o desembargador jogasse a multa, ele seria autuado por desperdício em via pública, levando uma segunda multa. Ignorando o profissional, o desembargador rasgou o papel, jogou na faixa de areia da praia e foi embora em seguida.

Em nota, o desembargador Eduardo Siqueira diz que o vídeo é verdadeiro, mas alega que foi tirado de contexto.

Veja também: Lei permite doação de refeições não vendidas

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela