Blog

Humorista arrecada 250 mil reais para ajudar no tratamento de criança com paralisia cerebral

As doações podem ser feitas por meio da campanha Rizo para Arthur

 

O projeto arthur vai ajudar o menino | Foto reprodução site

 

O humor não serve somente para fazer as pessoas darem gargalhadas, ele pode ser usado também para ajudar o próximo. O humorista Rafael Cunha uniu as risadas ao altruísmo quando conheceu a história do pequeno Arthur que sofre de Paralisia Cerebral Espática. Rafael decidiu fazer uma campanha para ajudar o Arthur a conseguir o dinheiro de cirurgia, que é necessária para o seu bem estar. Com a divulgação em shows e redes sociais, Rafael conseguiu arrecadar 250 mil reais.

“Muito feliz em ter sido usado pro Deus para tocar o coração de vocês e ajudarmos essa criança linda e apaixonante. Eram meses de campanha e o sonho de ver o Arthurzinho andando parecia impossível, mas acredite: Nada é impossível para Deus”, comemorou o humorista.

A história de Arthur

De acordo com os pais Thiago e Manuela, Arthur nasceu de parto prematuro, com 31 semanas, por conta de uma restrição de crescimento intrauterina, no qual fazia de Arthur um bebê pequeno para a idade gestacional. Thiago e Manuella relataram que o pequeno Arthur ficou 58 dias internado e que durante esse tempo eles viveram dias de aprendizado e experiência.

Quando completou três meses, Arthur começou a fazer fisioterapia para acelerar o seu desenvolvimento, mas com o tempo os pais repararam que todos os prematuros que haviam nascido no mesmo período que o Arthur já estavam com o tamanho apropriado para a idade.

Então quando Arthur completou dois anos de idade, Thiago e Manuela decidiram procurar um especialista e foi aí que veio a confirmação: Leucomalácia Periventricular. Paralisia Cerebral do tipo espástica, que gera atraso no desenvolvimento psicomotor e compromete os membros inferiores.

Hoje aos três anos, Arthur continua fazendo terapia todos os dias para diminuir os efeitos da espasticidade, que aumenta a contração muscular e o impede de fazer atividades cotidianas como: andar e correr.

“Arthur anda, do jeitinho dele, com ajuda de andador. O sonho dele é andar de patinete, como os amigos andam, mas ele não consegue e mesmo assim sempre mostra seu sorrisão por onde passa. Ele me ensina muito sobre contentamento”. Diz Thiago, pai do Arthur.

Mais informações pelo site: https://projetoarthur.com.br/

Redação por Jenneffer Dutra

15/03/2019 – 15h36

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela