Blog

Primeiro parque adaptado é inaugurado no Rio de Janeiro

Por: Adriano Dias
03/09/2020 – 17h05
Projeto AdaptaRio tem a missão de gerar inclusão social desde a primeira infância. (Foto reprodução Internet)

 

A inclusão social é um assunto que não pode ser deixado de lado. Os movimentos que são testemunhados dão a entender que esta pauta está cada vez mais relevante em nossa sociedade, principalmente nos primeiros anos de vida daqueles que buscam diariamente superar essa barreira desigual. Diante deste cenário, uma iniciativa promete ser inovadora para diminuir esta desigualdade entre os mais novos.

No último dia 30, foi inaugurado no Rio de Janeiro o primeiro parque inclusivo adaptado para receber crianças portadoras de deficiência. O projeto AdaptaRio promete gerar inclusão social desde a primeira infância. O projeto se encontra no parque do Condomínio Pedra de Itaúna, localizado na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. O espaço foi escolhido por já receber várias crianças do projeto One by One, onde o foco é o auxílio a mais de mil menores de idade de baixa renda com necessidades especiais.

 

Juventude à frente do projeto

O AdaptaRio nasceu através de uma iniciativa dos amigos Cláudio Palhares, de 17 anos, João Roberto Duque Estrada, também de 17 anos, e Luiza Ourivio, de 18 anos. Todos eles atuam como voluntários na já citada ONG One by One. De acordo com os idealizadores, o trabalho paralelo surgiu quando foi identificada uma necessidade imediata, baseada em números reais. Eles utilizaram dados do IBGE, que mostram que o Rio de Janeiro é a capital da região Sudeste com maior índice de menores portadores de deficiência.

Segundo o instituto, 7,5% dos menores existentes na cidade apresentam algum tipo de deficiência. Eles detalham que, mesmo com este alto índice, até hoje, nenhuma adequação social havia sido realizada em espaços públicos para que as crianças sejam tratadas de forma igualitária e justa.

 

Uma ajuda é sempre bem-vinda

Atualmente, o projeto está dividido em três etapas: angariar verba, aquisição dos brinquedos e montagem dos espaços. Nesta primeira fase, o projeto busca apoio para a aquisição de brinquedos e construção de novos três parques em espaços públicos, sendo um em cada uma das regiões da cidade. Cada praça escolhida receberá um balanço e um gira-gira adaptados.

A aquisição dos produtos para o projeto está sendo realizado graças à mobilização da sociedade, da união da população e do empresariado. O custo para a montagem e implementação dos espaços é de R$ 21 mil. Neste valor, está incluso os brinquedos e a colocação dos mesmos na praça definida.

Você pode contribuir para o crescimento do AdaptaRio. As doações estão sendo realizadas pelo site vakinha.com.br, onde o contribuinte pode participar diretamente com o valor que desejar por débito em conta, boleto bancário, cartão de credito e paypal. Sempre que o valor completo (R$ 21 mil) para a estruturação de uma praça é atingido, a ONG realiza a entrega do espaço.

Veja também: Projeto comunitário ajuda a população da Vila Kennedy a enfrentar a pandemia da Covid-19

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela