Blog

SuperVia inicia distribuição de livros no Rio de Janeiro

Projeto faz parte das celebrações do Dia Nacional do Livro, que acontece no final de outubro.

Por: Adriano Dias.
31/10/2020 – 09h25


Diversas editoras colaboraram com a doação de livros. (Foto reprodução Internet)

 

No último dia 29 de outubro, os brasileiros celebram o Dia Nacional do Livro. A data foi escolhida para lembrar a fundação da primeira biblioteca brasileira – a Real Biblioteca, inaugurada em 1810, no Rio de Janeiro.  Aliás, uma das brilhantes ideias para comemorar esta data vem da cidade maravilhosa.

A SuperVia iniciou a distribuição de mais de 400 livros em trens e estações do Rio e de forma gratuita. Claro que, por conta da pandemia, o projeto veio com algumas alterações para esta temporada. Até este dia 31/10, todas as obras foram colocadas em embalagens plásticas higienizadas com álcool. Além do livro, a concessionária também passou a oferecer máscara de proteção para a Covid-19 dentro do embrulho.

Os títulos são dos mais variados gêneros e os passageiros que passarem pela estação Central do Brasil, das 8h às 13h, também poderão participar de um jogo de perguntas e respostas sobre literatura e levar livros pra casa. Diversas editoras colaboraram com a doação de livros, como Sextante, Arqueiro, Imprensa Oficial, Rocco, Editora Valentina e Zahar

Consumo de livros durante a pandemia

Em todo mundo, houve um aumento no consumo de livros durante o período de distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus. Por exemplo, segundo o portal Nexo, só no Reino Unido, a procura por livros cresceu cerca de 33% em relação ao mesmo período em 2019, e as vendas online tiveram um aumento de 400% na comparação com o ano passado. Este panorama se repetiu na Espanha. De acordo com dados divulgados pela Libranda, uma das principais editoras e distribuidoras de livros do país, o crescimento mais expressivo se deu nos livros digitais: um aumento de 50% na demanda no mês de março, em comparação com 2019.

Aqui no Brasil, o faturamento com livros digitais no Brasil cresceu 115% entre 2016 e 2019, aponta estudo divulgado em agosto. A pesquisa mostra ainda que a receita no ano passado com e-books, audiolivros  e outras plataformas de distribuição de conteúdo digital foi de R$ 103 milhões. O estudo foi coordenado pela Câmara Brasileira do Livro  e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros e executado pela Nielsen Book. O crescimento foi de 140% em três anos quando comparado com o Censo Digital de 2016, que significa um aumento real de 115%, considerando a inflação do período. Os números mostram que o consumo de livros pode até mudar na questão do formato, mas a procura por parte do público segue nas alturas. O conhecimento agradece.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela