Plantão Rio Notícias

BRT tem quase metade das estações fechadas por causa de vandalismo e violência

Enviado em 02 de setembro de 2020 às 00:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

A maior parte das estações do B-R-T vandalizadas fica no Corredor Transcarioca.// São 17, no total. Outras 14 estão no Corredor Transoeste e quatro no Transolímpica. No eixo da Avenida Cesário de Melo, em Santa Cruz, do Transoeste, apenas duas das 22 estações que estavam desativadas por conta da violência e vandalismo na região voltaram a funcionar depois da intervenção da Prefeitura no sistema, que durou seis meses. Uma das promessas na época era a reabertura do trecho. Ele voltou a funcionar, mas apenas o terminal de Campo Grande e a estação Santa Efigência passaram por obras e reparos para receber os passageiros. As outras 20 seguem abandonadas, mais de um ano depois do fim da intervenção. Segundo o Consórcio BRT, desde abril, cerca de cem estações foram alvo de vandalismo, sendo que atualmente 35 encontram-se desativadas por esse motivo.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela