Plantão Rio Notícias

Coordenador do Capes diz que ciência sem fronteiras deve acompanhar bolsistas na volta ao país

Enviado em 08 de agosto de 2016 às 14:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

O Programa Ciência sem Fronteiras deve se preocupar em aproveitar a experiência dos bolsistas quando retornam ao Brasil. É o que defende o presidente da coordenação de aperfeiçoamento de pessoal de nível superior, Abilio Baeta Neves. No último dia 25, a Capes anunciou algumas das modificações que devem ocorrer. Entre elas o fim das bolsas para a graduação. Na primeira fase, 78,9% das bolsas foram concedidas a graduandos. O Programa Ciência sem Fronteiras foi lançado em 2011 com a meta de conceder inicialmente 101 mil bolsas. 75 mil bancadas pelo setor público e 26 mil por empresas privadas.

> Voltar

© Copyright 2015 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela