Plantão Rio Notícias

Estudo da Fiocruz aponta medicamento de ação prolongada contra HIV

Enviado em 15 de julho de 2020 às 00:25 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

Um estudo clínico internacional que teve participação da Fundação Oswaldo Cruz constatou que a utilização do fármaco Cabotegravir injetável a cada oito semanas tem eficácia superior às doses diárias de Truvada na prevenção do HIV. Desde novembro de 2016, a pesquisa comparou os dois fármacos em quatro mil 570 voluntários HIV negativo que utilizavam a profilaxia pré-exposição ao HIV em sete países, incluindo o Brasil. O estudo foi o primeiro ensaio clínico em larga escala contendo medicamento injetável de ação prolongada como forma de prevenção ao HIV. Os resultados foram apresentados na semana passada durante a vigésima terceira Conferência Internacional da Aids.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela