Plantão Rio Notícias

Falta de regularização da Floresta pode anular construção do Autódromo de Deodoro

Enviado em 13 de agosto de 2020 às 11:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

Os movimentos SOS Floresta do Camboatá e Baía Viva, Fundação SOS Mata Atlântica e outras organizações socioambientalistas e comunitárias, ingressaram com uma representação judicial junto à Procuradoria Geral da República e Ministério Público Estadual solicitando que seja ajuizada Ação Civil Pública Ambiental que pede a anulação do processo de licenciamento ambiental do Autódromo de Deodoro. Na denúncia, são apontadas um conjunto de irregularidades e ilegalidades cometidas por agentes públicos federais, estaduais e da Prefeitura do Rio e pelo empreendedor, sendo a mais flagrante o “não cadastramento prévio, desde 2007, da Floresta do Camboatá como Floresta Pública Urbana, o que configura fraude administrativa e elevada ameaça ao patrimônio ambiental.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela