Investigação de políticos citados em delações pode durar até cinco anos no Supremo Tribunal Federal | Rádio Rio de Janeiro

Plantão Rio Notícias

Investigação de políticos citados em delações pode durar até cinco anos no Supremo Tribunal Federal

Enviado em 13 de abril de 2017 às 11:42 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

Os inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal para investigar políticos citados nas delações premiadas de Ex-Executivos da Odebrecht podem levar pelo menos cinco anos e meio para chegar a uma conclusão. O tempo é estimado pela Fundação Getúlio Vargas para que um processo criminal envolvendo autoridades com foro privilegiado seja finalizado. A estimativa faz parte do levantamento supremo em números, divulgado anualmente pela instituição. Além do tempo médio, durante a tramitação, os processos ainda pode, ser paralisados e remetidos para a primeira instância do judiciário se os políticos envolvidos não se reelegerem e, com isso, perderem o foro privilegiado.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela