Plantão Rio Notícias

Iphan apura destruição de arte rupestre sagrada para povos do Xingu

Enviado em 05 de outubro de 2018 às 12:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

A inspeção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional constatou a retirada de um painel com gravuras rupestres localizado na Gruta de Kamukuwaká, em Mato Grosso. O sítio arqueológico é tombado pelo Iphan como patrimônio cultural do país desde 2010 e considerado local sagrado por 11 etnias indígenas do Alto Xingu. O diretor do Centro Nacional de Arqueologia do Iphan, Flávio Calippo, informou que o órgão já solicitou investigação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal para o caso. Apurações preliminares da Polícia Militar indicam a retirada criminosa das placas na gruta onde estavam as pinturas rupestres.

 

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela