Plantão Rio Notícias

Justiça dá 72 horas para que prefeitura explique permissão dada a quiosques para festas durante Réveillon

Enviado em 17 de dezembro de 2020 às 18:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

A juíza Carmen Silvia de Arruda, da 15ª Vara Federal no Rio de Janeiro, deu um prazo para que a prefeitura explique o que a levou a autorizar os cercadinhos nos quiosques para serem usados na festa de réveillon. A prefeitura tem 72 horas, que passaram a contar desde segunda-feira, para explicar a permissão. A Procuradoria Geral do Município informou que foi notificada da ação e que vai se manifestar no prazo de 72 horas determinado pela Justiça. A prefeitura também ressaltou que aglomerações continuam proibidas, e que as regras de ouro estão em vigor. Na segunda-feira, o Ministério Público Federal ingressou com uma ação civil pública contra a União, o município do Rio de Janeiro, a Riotur e a concessionária Orla Rio para que se abstenham de cercar a faixa de areia e de cobrar ingresso no trecho de praia do Leme ao Pontal, devendo ocorrer a devida fiscalização, em 30 e 31 de dezembro de 2020.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela