Plantão Rio Notícias

Justiça reconhece foro privilegiado de Pedro Fernandes como secretário de Educação

Enviado em 16 de setembro de 2020 às 16:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

O desembargador Marco Antonio Ibrahim, do órgão especial do Tribunal de Justiça do Rio, decidiu que a investigação denominada Operação Catarata, incluindo a denúncia contra o secretário de Educação do governo do Rio, Pedro Fernandes, a ex-deputada Cristiane Brasil e outros alvos, deve sair da primeira instância e passar a tramitar no órgão especial do TJ do Rio. O desembargador aponta que Pedro Fernandes, no cargo de secretário de Educação, possui foro privilegiado perante o órgão especial do TJ do Rio. Por isso, a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Rio na semana passada não poderia tramitar na primeira instância. A vigésima sexta Vara Criminal do Rio chegou a decretar a prisão de Fernandes, Cristiane Brasil e outros alvos.

 

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela