Plantão Rio Notícias

Mais de 100 macacos vêm a óbito este ano no estado do Rio de Janeiro

Enviado em 24 de janeiro de 2018 às 13:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

O Instituto Jorge Vaitsman recebeu, só neste mês, 104 macacos mortos por conta da contaminação por febre amarela no estado do Rio de Janeiro. O órgão municipal tem como papel realizar a necropsia de todos os primatas da região estadual. A média é de cinco primatas por dia, um resultado bem maior que o ano passado, que foi de um animal. Diversos funcionários da instituição demonstram estar preocupados, visto que pelo menos a metade dos bichos tem sinais de violência. Essa ação acaba levando a acreditar que muitas pessoas pensam que os macacos são os transmissores da febre amarela. Especialistas alertam que a morte dos animais prejudica o sistema de vigilância à doença.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela