Plantão Rio Notícias

Ministério Público do Rio de Janeiro quer que prefeitura de Niterói justifique liberação gradual de atividades

Enviado em 21 de maio de 2020 às 00:25 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

A Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania de Niterói do Ministério Público do Rio de Janeiro instaurou inquérito civil para apurar as condições do sistema de saúde no município e as taxas de isolamento social que justificaram a decisão da prefeitura de liberar o calçadão e a areia das praias para atividades individuais e o funcionamento de parte do comércio a partir desta quinta-feira. O município criou um sistema de sinalização de cores que vai orientar as tomadas de decisão sobre o que será ou não autorizado a funcionar nos próximos meses. A saída do estágio vermelho, situação considerada “muito grave da epidemia”, para o laranja, que simboliza “atenção máxima”, permitirá, obedecendo a alguns protocolos, a reabertura de lojas de materiais de construção, oficinas mecânicas e de bicicletas, atividades da construção civil, serviços médicos e odontológicos, repartições públicas, concessionárias de automóveis, lojas de colchões, óticas e salões de beleza.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela