Plantão Rio Notícias

Temer classifica como inviável dar aumento a juízes sem cortar auxílio moradia

Enviado em 31 de agosto de 2018 às 14:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

O presidente Michel Temer classificou, nesta quinta-feira, como impossível a concessão de aumento salarial proposto por ministros do Supremo Tribunal Federal e manter o auxílio-moradia da magistratura. Temer determinou à equipe econômica do governo para que fosse viabilizado o aumento salarial dos magistrados da Suprema Corte, de R$33,7 mil para R$39,2 mil. O governo não vai precisar mudar a Lei de Diretrizes Orçamentárias mas, sim, fazer um reajuste no Orçamento. O custo extra no Poder Judiciário vai ser de R$930 milhões. Para bancar o respectivo gasto, Michel Temer combinou com o S-T-F que vai acabar com o auxílio-moradia, no valor de 4 mil 700 reais, para a magistratura.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela